Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Filiações 2019
Área do Utilizador
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Juniores portugueses lutaram contra o relógio e contra o vento
Equipa Portugal
A Equipa Portugal começou hoje o Campeonato da Europa de Estrada, em Alkmaar, Holanda, participando nos contrarrelógios de juniores, disputados num percurso de 22,4 quilómetros, endurecido pelo forte vento.

Daniela Campos foi a primeira a ir para a estrada, completando a corrida em 33m11s, o que lhe valeu a 26.ª posição na corrida feminina. A corredor portuguesa gastou mais 2m54s do que a holandesa Shirin van Anrooij, que bateu a russa Aigul Garreva por 3 segundos e a sueca Wilma Olausson por 42 segundos.

“Tive de controlar na fase inicial, com vento lateral e de costas, porque sabia que a última parte, com vento de frente, seria muito difícil. Esta prova foi muita dura, sei que tenho de trabalhar mais o contrarrelógio”, afirmou a ciclista.

Daniel Dias foi o melhor português na corrida masculina de júnior, terminando a prova de 22,4 quilómetros na 46.ª posição, com um registo de 30m00s, mais 3m08s do que o italiano Andrea Piccolo, que venceu com 26m52s e foi acompanhado no pódio por dois holandeses, Lars Boven, a 12 segundos, e Enzo Leijnse, a 14.

Diogo Narciso teve um desempenho semelhante ao do compatriota, acabando no 49.º lugar, a 3m31s do primeiro. “Não tive boas sensações, mesmo na parte em que o vento batia de costas e lateralmente. Senti muito o vento, que tornou o contrarrelógio muito duro”, explica Narciso.

Daniel Dias tem uma apreciação semelhante. “O vento foi mesmo a principal dificuldade, num contrarrelógio em que até nem me senti mal, mas no qual tive de gerir muito bem a energia para chegar com capacidade ao final”, conta o corredor.

“Os corredores deram o máximo, numa prova exigente, em condições a que não estão acostumados. Mais do que os resultados, considero importante a experiência, pois permite perceber o nível em que se encontram e ficam mais calejados para desafios futuros em condições semelhantes, que, certamente, irão encontrar várias vezes ao longo da carreira”, entende o selecionador nacional, José Poeira.

O Campeonato da Europa continua nesta quinta-feira, ainda com contrarrelógios individuais. Às 9h56, Daniela Reis parte para a prova feminina de elite. Portugal terá dois elementos na corrida masculina de sub-23. André Carvalho parte às 11h52 e Jorge Magalhães inicia a prova às 12h18.

Todos os contrarrelógios do Europeu são disputados no mesmo percurso, independentemente da categoria, pelo que, amanhã, todos os corredores percorrerão 22,4 quilómetros.
2019-08-07 - 13:13:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
120 Anos FPC
Ciclismo Vai Escola
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais